Forno de Fundição de Metais DIY

O mundo está em constante e rápida evolução, com novas tecnologias a aparecer, como a impressão 3D de metal, mas às vezes sabe simplesmente bem fazer as coisas à moda antiga. Não me interpretem mal, eu adoro tecnologia mas é sempre interessante aprender técnicas antigas especialmente quando tendem a desaparecer e quando menos e menos pessoas se preocupam em aprender essas técnicas, é assim que essas “artes” se vão extinguindo. Não que seja este o caso, apesar de algumas fundições terem vindo a fechar nos últimos anos.  Seja isso uma desculpa ou não, eu e o Gonçalo decidimos construir um simples forno de fundição caseiro ou homemade, não apenas pelas razões anteriores mas porque sempre gostámos de ver a forja de materiais e o trabalho de metal, e como tal queríamos poder criar as nossas próprias peças. Além disso é um projecto perigoso, preciso dizer mais?!!

Primeiro é necessário uma garrafa de gás vazia, isso será a estrutura principal do forno. Agora a parte mais importante: antes de trabalhar com a garrafa, é preciso prepará-la para que seja seguro o seu manuseamento. Como? Primeiro confirmamos que está realmente vazia, depois levamos a garrafa para a rua e removemos o conector do topo, aqui pode ser preciso uma chave inglesa grande ou outra ferramenta apropriada para o fazer. Depois é preciso ter cuidado, pois apesar de estar vazia ainda existe algum gás preso no interior. Para nos livrarmos dele vamos encher a garrafa com água e de seguida despejá-la. Isso irá lavar o interior e remover os restos de gás. De seguida devemos repetir o passo para garantir que fica completamente removido. Agora a garrafa deverá estar segura para manusear.

CAM04593.jpg

Começámos por cortar as asas superiores da garrafa, pois não fazem falta nesse sítio mas serão úteis mais tarde. A seguir desenhámos uma linha à volta da garrafa para depois cortá-la. Também fizemos um buraco no topo com uma broca craniana.

CAM04601.jpg

A parte superior da garrafa será a tampa, mas para isso precisamos de uma dobradiça. Então usámos uma tira de ferro, um varão roscado M8, anilhas e porcas, e soldámos tudo no sítio para fazer uma simples dobradiça.

CAM04604.jpg

Aproveitámos para fazê-la parecida com uma pega por 2 razões: primeira porque servirá mesmo como uma asa para pegar no forno e movê-lo facilmente; segunda porque assim servirá de travão para manter a tampa aberta na posição vertical sem cair para trás. Não é a soldadura mais bonita do mundo mas funciona.

CAM04662.jpg

Usando mais tiras de ferro fizemos outras 2 pegas na parte da frente. Uma na tampa para abrir e fechar o forno, e outra na base para servir de suporte quando se agarrar no forno em conjunto com a pega da dobradiça para o deslocar.

CAM04659.jpg

A seguir fizemos um buraco na parte traseira lateral da garrafa. Isto será a entrada do maçarico. Deverá ser pequeno e feito com um pequeno ângulo tangencial, geralmente entre 10º a 20º, e não direito ao centro, pois o objectivo é fazer uma espiral de fogo no interior, porque é mais eficiente. Também deverá ter uma pequena inclinação para baixo, pois no caso de haver um acidente com o cadinho o metal fundido não tem como escapar do interior, através desse buraco do maçarico. Também soldámos uma pequena protecção à volta dessa entrada.

CAM04658.jpg

Agora é altura de começar a preparar o isolamento térmico do forno. Para isso utilizámos cimento refractário. Este que arranjámos vai até 1200ºC, deveria ser mais alto, mas também serve. Misturá-lo bem com água e depois derramar no interior do forno. As pegas que tirámos do topo da garrafa, soldámos no interior, para criar uma estrutura metálica de reforço do cimento. Usámos um tubo de PVC de 32mm para criar o espaço para a entrada do maçarico e um cartão enrolado para criar o espaço central. Ao mesmo tempo, desmontámos a tampa do forno, soldámos umas tiras de ferro também para dar reforço ao cimento, colocámos um copo de papel no buraco do topo e enchemos também a tampa com cimento. Depois é deixar secar durante uns dias, preferencialmente ao sol. Agora o forno está pronto para acender.

CAM04617.jpg

De seguida lixámos a garrafa para remover imperfeições.

CAM04645.jpg

E pintámos de preto!

CAM04670.jpg

Este é o resultado final:

CAM04707.jpg

CAM04711.jpg

CAM04741.jpg

Também fizemos uma pequena base de ferro para o cadinho ficar levantado no interior, para que o fogo possa aquecer a sua base.

20160817_193241.jpg

Para o cadinho usámos um tubo de ferro soldado com uma base circular de ferro, e assim criámos o nosso copo de fundição de metal.

20160817_193126.jpg

Com o forno pronto, agora é altura de fazer o maçarico. Para isto comprámos um simples e barato e adaptámos a saída onde colocámos um tubo mais longo e com entradas de ar reguláveis para controlar a queima.

CAM04647.jpg

CAM04654.jpg

Estamos a usar uma mangueira de gás normal, mas tem um limite de pressão de 0.2 Bar, que é bem abaixo do que precisamos. Geralmente este tipo de projecto precisa de pressões entre 1 e 2 Bar. Ainda assim, como o nosso maçarico tem uma torneira de regulação, desde que a mantenhamos sempre aberta, a mangueira não deverá ser colocada sobre pressão demais. Controlamos assim a quantidade de gás directamente no regulador da garrafa e não no maçarico. Apenas se lembrem de nunca fechar a torneira do maçarico senão correm o risco da mangueira rebentar.

Como combustível temos uma garrafa de gás propano  Repsol com um regulador de pressão variável:

20160817_193725.jpg

20160817_194243.jpg

Com tudo isto feito, é altura de acender o forno! Ligámos o gás e acendemos o forno com um isqueiro comprido. E está feito:

CAM04776.jpg

CAM04784.jpg

CAM04799.jpg

Claro que começámos imediatamente a derreter tudo o que encontrámos. Começando por alumínio (660ºC), passando pelo latão (930ºC) e eventualmente cobre (1084ºC).

Usámos gesso e areia para fazer moldes de peças impressas a 3D:

CAM04796.jpg

Até chegámos a fazer a “Mão do Rei” do “Game of Thrones”:

CAM04788.jpg

Entre lingotes e outras coisas:

CAM04792.jpg CAM04794.jpg CAM04821.jpg

Também tivemos oportunidade de apresentar este projecto na Lisbon Maker Faire 2016, o qual recebeu o prémio “Maker of Merit”:

CAM04806.jpg

E finalmente aqui fica um vídeo do derramamento de latão fundido num tabuleiro do forno para fazer lingotes:

Não esquecer que este é um projecto bastante perigoso. Existem muitos perigos ao trabalhar com fogo, metal fundido e gás. Devem sempre usar equipamentos de segurança apropriados para altas temperaturas, luvas, botas, calças, casaco e máscara. Se não estiverem confiantes sobre o que estão a fazer, então o melhor é mesmo não o fazerem de todo.

Leave a Reply